Infravermelho Longo

O Infravermelho Longo é conhecido há muito tempo como analgésico e antiinflamatório. Por sua ação na ruptura da rede de água (cluster), também facilita a biodisponibilidade orgânica de nutrientes e a eliminação de catabólicos. Os raios de Infravermelho Longo (raio IVL cujo comprimento de onda encontra-se entre 4 e 14 micron) emitidos pelo Sol são uma energia essencial para o corpo humano, quebrando os aglomerados de moléculas de água, melhorando a circulação sanguínea, eliminando as toxinas, impurezas e radicais livres, fortalecendo o sistema imunológico.(KWK)

O Infravermelho Longo, é produzido por fusão molecular de átomos de hidrogênio, oxigênio e carbono. Substituindo alguns átomos de hidrogênio por hidrocarbonetos alifáticos (alquios), obtém-se uma transformação graças a um processo especialmente desenvolvido para este fim. A matéria-prima, proveniente da Inglaterra, França, Itália e Irlanda, é transformada, com a supervisão do Departamento Industrial da FLEXMAG. O material obtido neste processo, emite ondas com comprimento entre 4 a 14 micron (Infravermelho Longo), fundamentais para a saúde das células.

As ondas emitidas pelo Infravermelho Longo atuam diretamente na água do nosso organismo, que representa 70% do corpo humano. A falta do lnfravermelho Longo favorece a formação de “clusters” que armazenam gases e toxinas dificultando a osmose (diálise).

Quando o Infravermelho Longo incide sobre os clusters, estes se desfazem em grupos mínimos, eliminando as toxinas das células.